terça-feira, 3 de junho de 2014

15. s/ título 6

AUTOR: ADIASMACHADO
Acrílico s/tela
60x80cm


o que se fez do mundo?
para onde voaram os versos
do poema mais profundo?

entendam-se para lá do muro
há em vós um sentir ainda puro
há mais verdade para lá do fundo

homens e mulheres sem fé
abram as janelas de casa
sejam oração, voo sem asa

gente que existe, persiste e não é
ecoem bem alto ventos de sorte
sejam o suspirar antes da morte

entendam-se num abraço doente
libertem-se das amarras da vida
que fica presa por estar rompida

em retalhos de gente sem idade
sem nome, apenas de si oriundo
na saudade que deveras sente

o que se fez de ti?
apelas à asfixia desta realidade
ou respiras hálitos doutro mundo?

Carina Flor

Sem comentários:

Publicar um comentário